Admitir!!!

Oi pessoal! Achei esse poema em um blog e acredito que podemos usá-lo, para nos ajudar nessa início de caminhada!

As pedras e poesia
[Dueto Flávia Flor e Clayton]

As pedras no caminho fazem parte do caminhar
Passo a passo, uma a uma, é preciso retirar
A vida é uma escola a nos ensinar
Que em cada esquina há desafios para enfrentar

Vivo a vida tentando ser poeta
Vivo a caminhar ajuntando todas as pedras,
Delas me vêem a inspiração
Algumas machucam , outras se tornam em construção

A construção nem sempre é fácil
Exige paciência e persistência em seu aparato
Mas como construtor que sou, é fato
Nunca desisto, enfrento, afronto, encaro, arrosto!

Arrepio o corpo, transpiro, gotejo suor
As pedras são pesadas, árduas, mas necessárias
Guardo-as na bagagem para depois separá-las
Polir e usá-las, como se fossem palavras.

Garimpando uma a uma, com o sentimento de minh’alma
Vão sendo lapidadas, vão tomando vida, se formando…
Palavras em frases, vou arrumando
E, aos poucos, os versos declamando
E, o que parecia apenas pedras
Em poesia transformando, respirando, escrevendo….

A pedra bruta vira diamante
A construção insólita se torna forte
É o que faz o sentimento que grita em meu peito robusto
Escreve em versos o que sente a alma
E toca no coração do mundo… com toda calma….

Sobriedade e Paz!
Pastoral da Sobriedade – Paróquia Sant’Ana – Araçatuba
pastoraldasobriedade@hotmail.com.br

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: