Como nasceu?

A HISTÓRIA DA PASTORAL DA SOBRIEDADE

A Pastoral da Sobriedade nasceu de um desafio lançado por João Paulo II a todos nós: lutar contra o flagelo da dependência química que assola tantas famílias de nossa sociedade. Suas palavras: “A igreja que quer atuar – e é o seu próprio dever – na sociedade como fermento evangélico, está e continuará sempre junto dos que enfrentam com responsável dedicação a praga social da droga e do alcoolismo, para encorajá-los com a palavra e a graça de Cristo. A droga é um mal e ao mal não se dá trégua.”

Na 36ª assembléia Geral da CNBB, realizada em Itaici (SP), de 22 de abril a 1º de maio de 1998, Dom Irineu Danelon propôs uma ação articulada na igreja, onde foi implantada a Pastoral da Sobriedade, anteriormente chamada de Pastoral de Prevenção e Recuperação em dependência química.

A Pastoral da Sobriedade é a ação da igreja na Prevenção e na recuperação da dependência química e tem por objetivo atuar em cinco frentes de trabalho: Prevenção, Recuperação, Reinserção familiar e social e a atuação política.

Num trabalho conjunto que envolve o dependente, a família, a igreja e a sociedade, a Pastoral da Sobriedade busca implementar ações de serviço que promovam a vida, em comunhão com os irmãos, acolhendo a todos, através do diálogo, com o amor prodigalizado do Pai, anunciando a ação de Deus, que abre literalmente as portas da prisão (At 5, 19), e devolve a liberdade; que abre o nosso coração, transformando-o de pedra em carne para acolher o amor, e faz descobrir o Cristo, Jesus-libertador, mostrando o caminho para a vida.

Ela também atua, através de seu método de grupo de auto-ajuda, em outros tipos de dependências como: dependências psicológicas (depressão, fofoca, compulsão e outras).

Em 2001, foi criada a coordenação nacional de formação para agentes da Pastoral da Sobriedade, consenso dos congresso regionais.

Pe. João Ceconello foi designado, por Dom Irineu Danelon, coordenador nacional de formação, centralizando a formação, a capacitação e o treinamento dos agentes da Pastoral em Curitiba-PR, (Comunidade Terapêutica Piedade Redentora de Cristo – Campina Grande do Sul – RMC). Esta equipe se deslocou para Belo Horizonte para ministrar mais um curso e de maneira especial voltado para Minas Gerais. Nesta época tínhamos como pároco Pe Heraldo de Freitas Lamim, que ao saber da existência desta pastoral quis implantar uma nesta paróquia, e enviou 4 pessoas para este curso: ( Ricardo FrancIsquini, João Batista Carvalho, Evandro Luiz Rodriguês e Silvana Ap. Lucas Rodriguês ). Ao voltarem deste curso a equipe que o Pe Heraldo já tinha formado, mediante as informações que os agentes recém formados trouxeram, foi inaugurado o 1º grupo de auto-ajuda da Pastoral da Sobriedade de Poços de Caldas, MG em 11 de janeiro de 2002. E é com muita alegria, com erros e acertos, vitórias, recaídas e grandes testemunhos de vida nova, sem drogas e sem álcool, que há tantos anos estamos nesta luta, pela graça de Deus e pelo irmão excluído.

One thought on “Como nasceu?

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

site na WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: